quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

1ª pele, 2ª pele, 3ª pele, 4ª......

ESCANINHO DE RECORDAÇÕES


No ano de 1999, exercia a honrosa e emblemática função de Ch EMG, Chefe do Estado Maior Geral de nossa PMERJ. Na Revista do Aspirantado da Turma "Trovão",   da APM D João VI, daquele ano, visando inculcar valores nobres no corpo e na alma de  nossos futuros lideres, principalmente dois dos mais importantes,  que são o Amor à Profissão  Policial Militar e o Espirito  de Corpo,  publiquei o artigo abaixo. Espero que tenha atingido pelo menos uma pequena parcela  do objetivo:



                                                                               Jovem Cadete

Por que motivo você  ingressou na Policia Militar ?

Que mecanismo bio- psicológico moveu sua vontade , fazendo-o dar o passo fundamental de sua vida, irreversível?
Não importa mais, voce agora é um dos nossos.

A farda azul, tão, simples em seu desenho e textura, já começou, seja no tatear do 1º Ano, na auto afirmação do 2º Ano ou na precoce maturidade do 3º Ano, a marcar indelevelmente , formando os baixos e altos relevos sanguíneos e aquosos da segunda pele, a pele do soldado da paz, a pele do guardião prático dos direitos fundamentais da pessoa humana.

Longa trilha pela frente, Cadete.
Prepare-se para enfrentar o fogo  impiedoso do inimigo da sociedade, o traficante de drogas. O brilho da faca do que rouba pela fome. A hipocrisia da sociedade. A falsa batida nas costas dos vazios de caráter. A improbidade travestida de falso moralismo , dos anões morais a exigirem sua ação tolerante com eles e a implacabilidade com os desafortunados. A estar acima das intempéries , da fome, do cansaço, da ausência da família, das frustações. A necessitar de uma bússola sempre bem imantada que o permita seguir incólume pelo pântano de areias movediças, das mais variadas conceituações e interpretações de ordem pública.

Longa e complexa trilha , Cadete, a de aplicador da lei, mas voce conseguirá explorá-la  e dela fazer  o santuário de sua missão.

A alma mater de nossa Organização, a Academia , preparou-o ao longo de três intermináveis anos , para superar todos os obstáculos que possam vir  a se  antepor  à  sua missão de soldado do bem.
Confie em si, tudo dará certo.

Transija com pessoas , mas nunca com os princípios que a Escola o amalgamou, eles devem ser os seus parâmetros de comportamento, atitude e postura. Serão sua identidade.

Questione, busque a verdade, corra riscos. Toda a sua vida voce estará a se preparar para a nobre missão de comandar, e não existe o exercício de comando puro sem a vertigem dos riscos.

Treine sempre e pratique mais ainda,  a difícil arte de estabelecer e atacar prioridades.

Aguce a capacidade de perceber mudanças nas pessoas e na ambiência que o cerca. Identifique tendências , acostume-se e sinta orgulho de viver e exigir que vivam sob o império da lei.
O homem da lei não teme a lei , ela é sua mais fiel amiga.

Observe e aprenda com os velhos soldados , são como urutaus ( jacaré velho), imóveis, petrificados, mas que,  no momento e pelo motivo certo, são, capazes de, com um golpe de cauda, mudarem o curso de um rio, por isso os animais da floresta os admiram.

Não desrespeite e nem abandone seu Povo, é em função dele que sua profissão , seu papel social existe.

Seja orgulhoso, e não esconda de ninguém o orgulho de ser um Policial Militar.

Seja feliz , e que Deus o proteja e ilumine.

Wilton Soares Ribeiro

Cel PM Chefe do EMG

2 comentários:

  1. Felizmente poucos não assimilaram essas orientações. Abç, Cmt.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Folgo em saber caro Ary. Obrigado e abraço.

      Excluir